quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Quando estou sozinha e à minha volta tudo é silêncio tenho tendência, quase numa forma inata, a cantar baixinho:

às vezes no silêncio da noite,
eu fico imaginando nós dois.
e fico ali sonhando acordado,
juntando o antes o agora e o depois.

porquê você me deixa tão solto?
porquê você não cola em mim?
estou-me sentindo sozinho.

quando a gente gosta é claro que a gente cuida.
fala que ama só que é da boca p'ra fora.
ou você me engana ou não está madura...

onde está você agora?


Lamechas eu!

2 comentários:

SF disse...

essa musica é taooooo linda, adoro! tambem ja a cantei muitas vezes durante a noite na minha varanda....

#Sí disse...

essa música é linda Cat.:)