terça-feira, 27 de agosto de 2013

Não sei se é cobardia mandar embora e não ir.
Ou se é coragem mandar embora e recusar, ficando até ao fim.



Eu amo, eu fico.

1 comentário:

Kimberly disse...

Compreendo-te :)
Sou nova por aqui :3 Estou a seguir-te!