sexta-feira, 6 de abril de 2012

Confissão

Cat Maria a Desesperada, é católica e por vezes vai à missa.
Mas,
Cat Maria a Desesperada, é uma pecadora como todos sabem.
Portanto,
Cat Maria a Desesperada, foi confessar-se a um padre e em vez disso teve uma discussão com ele sobre o que era considerado pecado ou não aos olhos de Deus e não aos olhos da Igreja como eles (padres) querem fazer prevalecer.
Cat Maria a Desesperada, comparou o Vaticano a uma cambada de hipócritas durante a confissão (deu barraco).
Para finalizar,
o padre perguntou pela minha "pureza".
Cat Maria mandou padre bugiar e disse-lhe que Deus não queria saber se lhe passavam o corredor a pano ou não.


Mais nadinha, não?!

5 comentários:

GATA disse...

Eu tive uma educação católica, mas entretanto rebelei-me e sou uma céptica convicta. Nunca me confessei, nem aos padres nem às paredes! Eu gosto de igrejas mas não gosto de missas e muito menos de sermões.

Se eu estou em pecado? ó pá, comparada com certas 'beatas', sou uma santa!!!

Minharealidade disse...

Interessante .

_Jo_ disse...

Lolololololol tas a gozar, não???? No tempo eu que me confessava só perguntavam se tínhamos sido obedientes aos pais e se mentíamos....lolololol.

J. disse...

:o

Carla Cunha disse...

a sério que isso foi assim?~



o que eu me rio às tuas custas!