quinta-feira, 29 de março de 2012

Ainda hoje, com 25 anos, não entendo

Como há pessoas capazes de maltratar, matar e ainda comer, coisinhas boas como estas:






Eu sei que é a coisa mais natural do mundo (para os outros - não para mim) criar coelhos para matar.
A meu ver, os coelhos são para criar e Amar.
Assim como os leitões, os borregos e os cordeiros. São bichinhos inocentes :(

Não sou vegan. Apenas como frango, peru, pato (se for velho), vaca e porco.
Mas penso muito nisso. Há animais que não merecem a morte para servirem de iguarias.

Pronto, agora que já desabafei, já podem começar a apedrejar.


7 comentários:

GATA disse...

Mais velha sou eu e também não entendo...

Eu não sou vegan nem vegetariana (são coisas diferentes, para quem não saiba) mas também não como leitão, borrego, cordeiro, nem pato... raramente porco e vaca, apenas frango. É um processo mas estou quase a eliminar a carne do meu menu.

J. disse...

e porque é que animais, como esses que enumeraste, não podem ser mortos para comer mas as vacas, os perus, os frangos, os porcos (...) podem?

Cat disse...

Compreendo o que dizes J. Mas também compreendo que alguns animais são criados com respeito para "servir" ao homem.

Neste post ponho em causa o sacrifício de pequenos animais e alguns ainda "bebes" para servir como iguarias.

Quando penso em animais mortos para dar ao homem, sinto repugnância à nossa espécie e pena. Mas nós, que fomos criados em grandes meios concebemos que a carne vem do supermercado, não pensando de forma inata de como ali chegou. É quase como um acto falado de Freud. Nós sabemos, mas fazemos o contrário.

Cat disse...

*acto falhado

J. disse...

exactamente. a partir do momento em que eu percebi o que realmente estava no meu prato não consegui mais comer...

Cacau disse...

Pois, ainda hoje com 33 não consigo comer! Aqui em minha casa não!!

Josh Gottam disse...

Oh pá.. bicharada é para comer!!