quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Ok, eu sou uma besta. Assumo!

Não sou uma pessoa fácil de se gostar. Normalmente não simpatizam comigo. Dizem-me que tenho um ar antipático, sisudo e que sou rude. Ok. Por mim tudo óptimo. Não me levanto com vontade de agradar a toda gente.

Ao contrário: os outros agradarem-me, é difícil. Tenho um grande defeito: faço a ficha à primeira impressão e se não agradar, não há volta a dar. Claro que já aconteceu as pessoas se virem a revelar positivamente, mas muito raramente acontece. O que me leva a crer que sou mesmo pouco tolerante.

Mas há uma coisa que gosto particularmente que aconteça.
Por vezes em conversas entre amigos, fala-se de atitudes de pessoas que não conhecemos. Critica-se e censura-se. E quando conhecemos efectivamente essa pessoa, vemos que afinal não é tão má assim. E não faço ideia do porquê, mas "sabe-me bem". Acho-me uma pessoa melhor, que dá oportunidades e não vê tudo tão preto.

Hoje aconteceu-me isso. Sinto-me bem.

Nem de propósito!

2 comentários:

TimTim disse...

Nem mais há pessoas que gostamos À 1ª mas tem atitudes de merda e o contrário

Vânia disse...

a mim tambem ja me disseram muitas vezes que tenho ar de nariz impinado e de antipática, depois dão-se ao trabalho de me conhecer e descobrem que no fundo até sou porreira e sociável, enfim as pessoas e as suas manias de tirarem conclusões precipitadas de tudo. beijinhos****